Perspectivas para os Investimentos em 2019

O ano de 2019 começou com uma grande expectativa por parte de todos os setores da sociedade sobre o novo governo. Todos esperam pela definição das reformas, principalmente a da Previdência, que permitirá desafogar o déficit fiscal e abrir o caminho do tão esperado crescimento econômico.

Com o mercado financeiro não é diferente, depois de muitos anos de irresponsabilidade fiscal, escândalos de corrupção e ingerência pública, o Brasil volta a ter uma expectativa de crescimento, mas desta vez dentro de um ambiente completamente novo para o brasileiro. Um ambiente de inflação baixa e de taxas de juros (ex: Selic) em mínimos nunca antes vistos por aqui.

O investidor brasileiro que estava acostumado com ganhos de 1% ao mês na renda fixa (ex: CDB do Banco), praticamente sem riscos, precisa se acostumar a nova realidade do mercado. A queda da taxa de juros não permite mais tal rentabilidade o que força a migração dos investimentos para produtos mais arriscados como a renda variável também conhecida como mercado acionário ou Bolsa de Valores.

O mercado acionário vive de expectativas sobre o futuro crescimento econômico das empresas listadas na Bolsa de Valores. Dentro dessas expectativas está o aquecimento da economia gerado pela tão aguardada Reforma da Previdência que ainda nem foi definida e já faz com que o mercado acionário registre recordes de crescimento. Analistas financeiros de renomadas casas de investimento estão afirmando que a Bolsa terminará o ano em 120.000 pontos sendo que atualmente se encontra entre os 96.000 e 98.000 pontos. Ou seja, o crescimento está apenas começando.

Como aproveitar este ciclo de alta da Bolsa brasileira? A resposta para esta pergunta é sempre a mesma. Como a maioria das pessoas não tem tempo de acompanhar todos os detalhes que influenciam o preço das ações na Bolsa, é necessário delegar esta função para quem faz isso profissionalmente com uma estrutura capaz de obter as informações mais importantes para a tomada de decisões. Estes profissionais são gestores de fundos de investimento que tem sob gestão bilhões de Reais alocados em diferentes estratégias. Estes fundos são classificados como multimercados e de ações que investem em diferentes níveis de risco para atender desde os investidores moderados até os mais arrojados.

Outra grande aposta de 2019 é o mercado de fundos imobiliários. O objetivo destes fundos é investir exclusivamente em ativos imobiliários (ex: Shopping Centers, Galpões Logísticos, Lajes Corporativas entre outros). Este mercado sofreu muito com a estagnação econômica, o crescimento do desemprego e com o excesso de ofertas dos últimos anos que favoreceu mais aos inquilinos do que aos proprietários de imóveis. Este ciclo também está acabando, a oferta de imóveis vem diminuindo e os preços dos aluguéis vem subindo novamente. Porque não aproveitar este novo ciclo comprando cotas de fundos imobiliários? Além de uma gestão ativa sobre os ativos adquiridos, estes fundos pagam rendimentos mensais aos seu cotistas que são isentos de imposto de renda para as pessoas físicas.

É lógico que ainda aparecem oportunidades de investimentos pontuais na renda fixa, porém estas são cada vez mais raras e estão fora dos grandes bancos de varejo.

Como aproveitar todas estas oportunidades mesmo sem ter conhecimentos sobre o mercado financeiro? Nada melhor do que usar os serviços de uma assessoria de investimentos. Você é atendido por um especialista dedicado a encontrar os melhores produtos financeiros conforme o seu perfil de investidor. Além disso, investir com uma assessoria não é mais caro do que investir com seu próprio banco. Ao contrário, é mais barato, mais eficiente e com um grande diferencial: os objetivos de investimento não são os objetivos do Banco, são os objetivos do próprio cliente.

Giannandrea Tagliavini é sócio do escritório Exponencial Investimentos, escritório de assessoria vinculado ao grupo XP Investimentos.

Compartilhe

Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Posts relacionados