Poupança: saiba as razões para sair e nunca mais voltar

Mesmo com outras opções mais vantajosas e rentáveis no mercado financeiro, oito em cada dez brasileiros ainda investem na poupança, é o que indica pesquisa feita pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

O estudo aponta ainda a relação entre o perfil do investidor brasileiro e os lugares que ele escolhe aplicar. O levantamento indica que 90% dos brasileiros conhecem a poupança e outros 88% guardam dinheiro nela – essa é a maior constatação identificada no estudo.

Outros estudos e pesquisas mostram que esses investidores têm suas razões e justificativas para investir na poupança. Mas será que elas fazem sentido? Neste artigo, você verá as razões para sair deste tipo de investimento e nunca mais voltar. Confira!

 

Motivos para sair da caderneta de poupança

A poupança é um investimento com risco quase zero e que permite que os saques sejam realizados a qualquer momento. A maioria das pessoas pensa que é melhor deixar o dinheiro na poupança do que parado em uma conta sem rendimento. No entanto, atitudes como esta, apesar da baixa rentabilidade que apresenta, demonstram falta de informação.

Em geral, a poupança é escolhida por ser a opção mais simples e rápida, embora poucas pessoas saibam como funciona o seu rendimento e desconhecem outras aplicações também seguras, e, claro, mais rentáveis.

Por isso, não vale a pena investir na poupança – se você pode aplicar esses valores em outros investimentos, pode valer muito mais a pena. Abaixo, listamos algumas razões para sair da poupança, nunca mais voltar a ela e começar a investir no seu patrimônio e no seu futuro.

 

Aprenda a investir em ações

 

Poupar não é investir

Como o próprio nome já diz, poupança não é investimento. Poupança é sinônimo de poupar! Ao economizar o seu dinheiro mês a mês, você está poupando: está guardando uma quantia para o futuro. Mas, para ter uma boa vida financeira, não é necessário só poupar. Depois de economizar ou poupar o seu dinheiro, é preciso pegar esse valor e investir. Aplicar o dinheiro em oportunidades que vão fazer você ganhar da inflação e ter uma renda extra no futuro.

 

Poupança rende apenas UMA vez ao mês

Engana-se quem pensa que dinheiro na poupança rende todo dia. Embora tenha liquidez diária, a rentabilidade da poupança é mensal, no chamado aniversário da poupança, que é contado a cada 30 dias após a aplicação. Ou seja, se você aplicar seu dinheiro no dia 01 de abril e resgatar em 15 de agosto, por exemplo, os recursos terão a rentabilidade apenas dos primeiros quatro meses. Os quinze dias de agosto não são contados.

 

O mito do resgate do dinheiro na poupança

Muitas pessoas deixam de aplicar o dinheiro em outros investimentos pelo medo de deixar aquele valor “preso” por muito tempo e precisar resgatá-lo em uma emergência. Esse realmente é um cuidado que deve ser tomado, mas você precisa saber que não necessariamente o seu dinheiro estará “preso” em outros investimentos. Existe uma condição que se chama liquidez diária que é a possibilidade de resgatar o dinheiro a qualquer momento. Alguns investimentos como CDBs e alguns fundos de investimento, por exemplo, possuem liquidez diária.

 

Poupança perde para inflação

Se a poupança rende menos que a inflação, na prática, o seu dinheiro passa a valer menos. Mesmo que numericamente você ainda veja acréscimos mensais a cada aniversário, o poder de compra do seu dinheiro está reduzindo. Logo, você está ficando mais pobre.

 

Poupança não é o único investimento com isenção de IR

Se você está na poupança até agora por causa da isenção de Imposto de Renda (IR), saiba que, além do dinheiro, você também perdeu tempo. Existem outros investimentos que também passam longe do Leão, como as Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e as Letras de Crédito Agrícolas (LCAs), por exemplo. É possível investir com facilidade em ativos com boa liquidez, sem pagar impostos e, ainda, ganhando mais dinheiro.

 

Assessoria da Exponencial Investimentos

Nós, da Exponencial Investimentos, somos um escritório de agentes autônomos de investimentos (assessores de investimentos) devidamente registrados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Nossos assessores são profissionais qualificados e preparados para atender as necessidades de investimentos tanto para pessoas físicas quanto jurídicas e, assim, proteger seu patrimônio com qualidade e segurança.

Com a Exponencial, você tem a orientação de especialistas e acesso a produtos de investimentos diferenciados que são utilizados de acordo com as suas necessidades.

Na hora de investir, precisamos de um parceiro que entenda suas necessidades e ofereça boas opções de produtos. Não há como investir sem a ajuda de uma assessoria de investimentos.

Encontre as melhores maneiras de conquistar seus objetivos de investimentos com a gente. Fale com um de nossos assessores nesse LINK.

Aguardamos seu contato,

Até breve!

Compartilhe

Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Posts relacionados